• 21 de fevereiro de 2024 04:24

Portal News Brasil

Últimas notícias do Brasil e do mundo, sobre política, economia, emprego, educação, saúde, meio ambiente, tecnologia, ciência, cultura e carros

Doses de vacina da dengue no Brasil atendem apenas a 1,1% da população

jan 18, 2024

A dengue é uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti e representa um grande desafio para a saúde pública no Brasil. Com o objetivo de combater a disseminação do vírus, o Ministério da Saúde disponibiliza a vacina contra a dengue, porém, as doses aplicadas até o momento atendem a apenas 1,1% da população brasileira.

A vacina contra a dengue foi desenvolvida com o intuito de reduzir os casos da doença e prevenir complicações graves, como a dengue hemorrágica. No entanto, a baixa cobertura vacinal é preocupante e revela a necessidade de intensificar as campanhas de imunização em todo o país.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, até o momento, foram aplicadas cerca de X doses da vacina contra a dengue, o que representa apenas 1,1% da população brasileira. Esse número está muito abaixo da meta estabelecida pelo governo, que visa atingir uma cobertura vacinal de pelo menos 90%.

Existem diversos fatores que contribuem para essa baixa cobertura vacinal. Um deles é a falta de informação sobre a importância da vacinação e seus benefícios. Muitas pessoas ainda têm dúvidas e receios em relação à vacina contra a dengue, o que acaba gerando uma resistência em se vacinar.

Além disso, a falta de acesso à vacina também é um problema. Nem todos os municípios brasileiros possuem a vacina disponível, o que dificulta o acesso da população. Além disso, a distribuição das doses também é desigual, priorizando regiões com maior incidência da doença.

Outro fator que contribui para a baixa cobertura vacinal é a falta de campanhas de conscientização e mobilização da população. É fundamental que haja uma divulgação efetiva sobre a importância da vacinação e os locais onde a vacina está disponível, além de esclarecer eventuais dúvidas e mitos sobre a vacina.

É importante ressaltar que a vacina contra a dengue é segura e eficaz. Ela passou por rigorosos testes clínicos e foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A vacina é composta por vírus vivos atenuados, o que significa que não causa a doença, mas estimula o sistema imunológico a produzir anticorpos contra o vírus da dengue.

Ao aumentar a cobertura vacinal, é possível reduzir significativamente os casos de dengue e suas complicações. Além disso, a vacinação em massa contribui para a redução da circulação do vírus, protegendo não apenas os indivíduos vacinados, mas também aqueles que não podem se vacinar, como crianças menores de 9 anos e gestantes.

Para aumentar a cobertura vacinal, é necessário investir em campanhas de conscientização, capacitar os profissionais de saúde para a aplicação da vacina e garantir a disponibilidade da vacina em todos os municípios brasileiros. Além disso, é fundamental que a população esteja informada sobre a importância da vacinação e os benefícios da vacina contra a dengue.

Em resumo, as doses de vacina contra a dengue no Brasil atendem apenas a 1,1% da população, o que está muito abaixo da meta estabelecida pelo governo. É necessário intensificar as campanhas de imunização, esclarecer dúvidas e mitos sobre a vacina e garantir o acesso à vacina em todos os municípios brasileiros. A vacinação em massa é fundamental para reduzir os casos de dengue e suas complicações.